Licenciatura em Biotecnologia Alimentar


Objectivos Gerais

O principal objetivo é formar profissionais na área da Biotecnologia, com uma adequada formação orientada para a aplicação destas tecnologias aos alimentos.

Sendo uma área multidisciplinar, com base no conhecimento das biociências, das suas aplicações finais destaca-se o agroalimentar não só pelo impacto económico mas também pela constante e permanente inovação que o conhecimento biotecnológico aplicado lhe traz.

O curso é especificamente projetado para relacionar os princípios científicos da biotecnologia com as suas aplicações práticas e comerciais relevantes na indústria de alimentos.

Durante o curso há uma forte ênfase para o desenvolvimento do conhecimento científico, combinado com atividades práticas e aquisição de competências pessoais e intelectuais dos estudantes.

Nas diferentes unidades curriculares os alunos irão aprofundar as aplicações biotecnológicas da preparação de alimentos e desenvolvimento de novos produtos tendo presente a segurança qualidade e preservação ambiental.

Condições de Acesso

Provas de Ingresso
Biologia e Geologia OU Física e Química

Nota do Último Colocado
Consulte aqui

Preferência Regional (válida apenas para a 1ª fase)
Beja, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Portalegre, Santarém, Vila Real, Viseu

Preferência Habilitacional (válida apenas para a 1ª fase)
178, 572, 602, 604, 606, 608, 718, 726, 727, 728, 743, 755, 769, 780, 815, A04, A52, G17, G28, G37, G44, G53, G80, P49, P71, P72, P81, S13, S43, S46, S49, S54, S57, T07, T10, T42; P16, P96, G04, AO3, 678, 668

Classificação Mínima e Cálculo de Nota
Prova de ingresso - 95 valores
Nota de candidatura - 95 valores
Média do Secundário - 65%
Provas de ingresso - 35%

Plano Curricular

Saídas Profissionais

  • Empresas de base biotecnológica, nomeadamente nas áreas agroalimentar e produção de plantas
  • Indústrias alimentares com processos essencialmente físicos, físico-químicos 
  • Indústrias de transformação e processamento alimentar
  • Laboratórios de análises
  • Empresas de consultadoria, comercialização e marketing
  • Empresas de comercialização de material científico e tecnológico
  • Atividades de I&D, nomeadamente na investigação e desenvolvimento de novas técnicas, processos e produtos alimentares.
  • Controlo de qualidade de produtos alimentares e processos
  • Estações de tratamento de águas, estações de tratamento de águas residuais e estações de tratamento de resíduos sólidos
  • Apoio técnico-científico 
  • Integrar Centros e Polos tecnológicos em parceria com Instituições do Ensino Superior e outras unidades do sistema científico e tenológico.
  • Prosseguir estudos ao nível do segundo ciclo (Mestrado) nas diversas áreas da Inovação e Qualidade Alimentar entre outros
Grau
Licenciatura
Nível EQF / ISCED
6 / 6
Código Escola / Curso
3051 / L093
Unidade orgânica
Escola Superior Agrária
Regime
Diurno
ECTS
180
Coordenador
José Gonçalves